Notícias - Geral


05/12/2017 - 10h37

GTAFE completa primeira turma e projeta ampliação em 2018

Projeto desenvolvido pelo CRF-RS oferece suporte aos farmacêuticos que administram seus próprios negócios e fomentam o empreendedorismo no setor. Com apresentações de cases, relatos e trocas de experiências, iniciativa estimula a gestão profissional das farmácias.

        Impresso


GTAFE completa primeira turma e projeta ampliação em 2018

No dia 25 de novembro foi realizado o último módulo de trabalhos do Grupo Técnico de Apoio ao Farmacêutico Empreendedor (GTAFE) do CRF-RS. Iniciado em agosto, o projeto "Abordagem Contemporânea para Gestão de Farmácias e Drogarias" contou com quatro etapas, divididas da seguinte forma: 

- Liderança e Gestão da Informação: definição de diretrizes; coleta e análise de informações quantitativas e qualitativas; controle de rotinas; analise de resultados e tomada de decisões.

- Clientes e Sociedade: identificação das necessidades dos clientes; canais de comunicação e venda; tratamento das manifestações dos clientes; responsabilidade legal e ambiental; cidadania corporativa.

- Planejamento estratégico e tático: definição de estratégias e planos de ação; identificação e controle dos processos e rotinas de trabalho; tratamento de não conformidades.

- Gestão de Pessoas: organograma e descrição das atividades; avaliação do clima organizacional; desenvolvimento das competências; avaliação de desempenho.

 

Para entender melhor como foi a escolha das pautas trabalhadas pelo grupo, além do feedback dos farmacêuticos que participaram e do que se planeja para o próximo ano, conversamos com a consultora e administradora Raquel Winter. Ela integra o GTAFE e coordenou a apresentação dos módulos durante os encontros de 2017.

CRF-RS - Como foi o processo de escolha dos temas abordados nos módulos, de que forma eles foram pensados?

Raquel Winter - Reunimos um comitê que abordou as principais dificuldades que os farmacêuticos empreendedores estão enfrentando. Após esse levantamento, seguimos as premissas relacionadas às praticas de gestão pela qualidade, definindo então as temáticas e ferramentas que seriam trabalhadas nos módulos.  

 

CRF-RS - Comente a interação dos farmacêuticos participantes durante as etapas. Eles destacaram algo em especial sobre as atividades? E a troca de experiências entre eles?

Raquel Winter - A interação e a troca de experiências e percepções dos farmacêuticos participantes, sem dúvida, foi o ponto alto dos encontros. Levantar as problemáticas e trocar idéias de como solucionar, com base em vivências anteriores e ações de sucesso já testadas por estes, agregou e deu um ritmo prático ao aprendizado proposto.

 

CRF-RS - Qual a avaliação do que foi trabalhado pelo GTAFE em 2017 e quais as perspectivas do grupo?

Raquel Winter - Avaliamos que de forma geral foi muito proveitoso, em especial quando abordamos os desafios e as oportunidades de melhoria que cada empreendedor pode adotar imediatamente em seu negócio. Foram elaborados planos de ação que cada participante buscará aplicar a partir de agora, com ações inclusive para 2018. Com certeza se aplicarem seus planos, obterão retorno em seus negócios. Para o grupo organizador e também para os participantes, fica a perspectiva de mais encontros em 2018, de forma que possamos envolver um número ainda maior de farmacêuticos. Estamos estudando a viabilidade de levarmos os encontros do GTAFE para as regiões onde há seccionais, facilitando o acesso e a adesão dos interessados.

 

Confira abaixo depoimentos de duas farmacêuticas que participaram das atividades do GTAFE.

“Foi incrível! Muita gratidão pela oportunidade. Adquirimos conhecimentos e habilidades, compartilhamos experiências e, sobretudo, conhecemos grandes colegas e amigos. Sigamos juntos transformando nossos empreendimentos e nos apoiando mutuamente.”

Silvana Velho Pereira 

“Projeto que trouxe entrosamento, conhecimento, troca de experiências, motivação. Os módulos criados contemplaram as nossas necessidades. A qualidade da material disponibilizado, o case de sucesso do Antônio, as dicas valiosas da Raquel e da Flávia deram subsídio para aperfeiçoarmos nossos procedimentos, a gestão dos negócios e confirmarmos que só depende de nós. Aos idealizadores, aos colegas que estão no GTAFE, à diretoria do CRF-RS, meu agradecimento pelos momentos vividos junto de colegas que amam o que fazem e acreditam que é muito trabalho e conhecimento, mas é possível sermos farmacêuticos, empreendedores e termos um estabelecimento de saúde.”

Ana Domingues 


GTAFE completa primeira turma e projeta ampliação em 2018